19 de out de 2014

Homens também ficam grávidos.

As pessoa geralmente pensam que a gravidez é um privilégio apenas das mulheres. Discordo, nós homens ficamos grávidos também! Pasmem mulheres, essa é uma revelação inédita.

Digo por experiência própria, ficamos grávidos também! Muitos sintomas que as mulheres sentem também são compartilhadas pelo homem, iniciando pela felicidade ao saber da chegada do bebê, passou pela minha cabeça nesse momento muitas coisas boas, quão grande é felicidade de saber que através de você será gerado um novo ser, quanta emoção eu senti e sentem milhares de pais por aí.

Depois vem os primeiros meses quando o pai fica naquela ansiedade tentando ouvir ou ver o neném na barriga da mãe, fora que esses são os meses críticos, quando o homem tem que exercitar a paciência, a mulher tem enjôos, reclama de tudo, fica super sensível e muito, mas muito chata. A mulher muda, mas o homem tem que mudar também, se adaptar ao novo habitat, o da mulher grávida.

Passado os primeiros meses a barriguinha começa a crescer, e pasmem a do homem também (pelo menos a minha cresceu). Calma mulheres, não é porque tem um bebê na nossa barriga, mas sim porque vocês mulheres não deixam nós homens, jogar bola, se exercitar, trabalhar muito, apenas nos querem ao lado de vocês, 24 h por dia, sempre com uma frase dessas:

- Mor, está doendo.
-Mor, eu acho que estou com vontade disso.
-Mor, ele (a) está mexendo.
-Mor, pega isso para mim.

E por aí vai, nem preciso do exercício de paciência requisitado ao marido.

Lá pelo quarto mês já da para ver a barriguinha nitidamente, e as mexidas do neném estão mais constantes. É magnífico ficar olhando ele mexer, passar a mão sobre ele na barriga, esse sentimento é sensacional, impossível descrever a satisfação e o prazer de poder senti-lo.

A partir do sexto mês os desejos estão maiores, e acreditem mulheres nós também sentimos desejos. As dores aumentam e a preocupação também, a mulher começa a dar conta que o neném que colocamos lá dentro vai ter que sair. Aí é um agito só, será que vamos fazer parto normal ou cesárea?  A mas se for normal vai doer, mas a cesárea deixa marcas e a mulher fica mais tempo para recuperar. Meu Deus, ser ou não ser, eis a questão! Quanta indecisão. E corre o homem atrás do convênio, ver se cobre parto normal, ver qual o melhor, como é feito. E vocês ainda falam que não ficamos grávido.

Nem um beijinho rola mais pois a falta de ar está constante, imagine outras coisas mais. E a preocupação para comprar as coisas do neném, dar tudo de bom e do melhor, isso não é sintoma de gravidez?

Injusto vocês dizerem que só vocês ficam grávidas pois estamos também condicionados a essa dádiva divina que é a gravidez, sentimos as melhores coisas e nos preocupamos da mesma foram que vocês.

Continuo  o texto nos próximos meses de gravidez...

Autor: José Agenor Sapata

Um comentário:

  1. Adorei a materia (: seguindo, se puder retribuir http://babdelirios.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir