27 de jun de 2013

Simplesmente fantástico esse vídeo - Simple enough!

Esse é meu primeiro vídeo que vou postar no blog.

Muito bom mesmo, uma lição. Simplesmente Fantástico!




Fonte: You tube - http://www.youtube.com/watch?v=9PwVenjTk64&feature=player_embedded

25 de jun de 2013

Poesia da mudança

Minha cara presidenta,
Vamos forma um pacto,
Mais vê se não me arrebenta,
Pois dessa vez vou atrás dos fatos!
 
Minha cara amiga,
Temos que arrumar nossa economia,
Selar um acordo bom para todos,
E acabar de vez com as mordomias.
 
Minha cara parceira,
Reforma política diz que fará!
Vamos entregar a corrupção em uma assadeira,
E de bandeja para os políticos provar.
 
Minha cara convidada,
Esse país não é seu, ele é nosso,
Quero saúde, transporte e educação,
Mas quero com qualidade, será que posso?

Autor: José Agenor Sapata

24 de jun de 2013

O país ideal


Diante de tantos manifestos, de tanta re-vindicação me peguei pensando sobre como seria o país ideal, será que as pessoas estão preparadas para uma mudança?

Bom eu imagino um país sem violência, sem a desigualdade social, com infra-estrutura, saúde, educação de primeira entre outras coisas mais.

Mas será que as pessoas estão preparadas para viver em um país de Igualdade Social? Ou seja, todos com o mesmo poder econômico, com os mesmos carros, onde as pessoas pudessem ter uma casa. Não estou falando de um regime socialista, só que para que haja igualdade a distribuição de renda tem que ser igual, não como é hoje, poucos com muito e muitos com pouco. Se não como funcionária?

Um sistema onde as pessoas se preocupassem realmente com seus irmãos. Onde os verdadeiros profissionais fossem tratados com valor, e não os profissionais do esporte que ganham uma fortuna. A luxuria e a ganância teriam que deixar de existir, esse sentimento de ser superior porque tenho mais dinheiro deveria sumir.

Já pensou passar uma pessoa do seu lado e ela ter a mesma situação econômica? Não ter uns com blusas de pele de panda e outros com pele de cabrito. Podermos chegar em um restaurante e comermos de uma forma que nos satisfaça a um preço justo, e se pudermos comprar um carro a preço justo mas não dois, apenas um para nossa locomoção, não dez para podermos mostrar para todo o mundo! Essa é a ideia de uma sociedade igual.

E se pudéssemos colocar nosso filhos em escolas onde os professores são valorizados como devem. Eles são os verdadeiros presidentes desse país! 

E se quando precisássemos de um atendimento médico pudéssemos levar a um hospital e ser bem atendido, com estrutura, com preparo, com valorização dos profissionais dessa área.

E se pudéssemos ter transporte de qualidade a preços justos, alias se tudo tivesse preços justos, não seria bom? Preços que sustentassem nossa necessidades e não nossos exageros. Estamos preparados para tratar as pessoas como irmãos? Uns iguais aos outros? Sem preconceito, sem diferenciação de poder?

Acredito que temos que melhorar nesse ponto inicialmente, para depois construir uma sociedade modernas, acredito que temos que disciplinar nossa consciência para depois mudarmos nosso país e acredito firmemente que podemos.

E você acredita? 

 Autor José Agenor Sapata

19 de jun de 2013

Acorda Brasil!


Parece que finalmente nosso Brasil acordou, um país acostumado com a corrupção, com o comodismo, com a miséria, a falta de estrutura, acostumados a aplaudir os jogadores de futebol, a levar os filhos para os estádios, comprar camisas, pacotes de TV e a ser pisado. Finalmente acordou.

Fico muito feliz em saber que não estamos vencidos por essa minoria de Políticos do nosso país, que vivem as regalias que nunca teremos, ganham o salário que nunca teremos e muitas vezes não tem o pouco do estudo que temos.

O povo está cansado de viver das migalhas, o povo está cansado da corrupção. E esses manifestos servem de alerta para os manipuladores desse país, que mostram nas nossas TVs a baderna, as agressões e as coisas ruins, não mostram a reivindicação realmente como ela é.

O Brasil precisa de melhorias na Saúde, no transporte, na educação, precisa de reforma tributária, de gente séria administrando esse país, e só conseguiremos isso se mostrarmos que não estamos contentes, se mostrarmos se não somos apenas ovelhinhas de um rebanho.

Temos que ser donos do nosso pensamento, do nosso país e das nossas atitudes.

Precisamos de muita coisa além de copa do mundo, muita coisa antes de estádios de futebol, precisamos de amor próprio, isso estava faltando entre as pessoas, agora milhares estão reunidos, sem preconceito, sem diferenças étnicas, sem diferenças sociais, em prol de um objetivo comum.

Sem violência, sem quebradeira, apenas com a nossa presença e força de vontade.

 #Acordabrasil


Autor: José Agenor Sapata

Por que os Relacionamentos terminam?


Muitos são os motivos para que os relacionamentos acabem, entre eles os mais conhecidos: traição, falta de companheirismo, amigos,  inimigos, intrigas, fofocas, família, incompreensão, arrogância e falta de amor.

Espera aí falta de amor?

Não há falta de amor, apenas ele é como uma flor que deve ser regada a cada dia, se assim não for ele acaba morrendo. Com esse pensamento entro em outra contradição, mas se o amor acabou será que ele existiu de verdade?

As pessoas costumam confundir o tal do amor com a paixão, essa sim é aquele sentimento forte, de momento, que nos faz perder o ar, cometer loucuras, mover montanhas e muito mais. Só que as pessoas não sabem que um dia ela acaba, e aí o que fica? Ficam os defeitos, fica a convivência, às vezes a monotonia e a repetição. Para mim é aí que os relacionamentos terminam, é nesse ponto que as pessoas se perguntam se devem ou não continuar.

O relacionamento tem que ser regado, um sorriso ao levantar, uma palavra de amor, um abraço ou até um cafuné. Um ombro amigo, um meu amor, coisas simples do dia a dia, mas que fazem diferença.

A confiança é um dos pilares do relacionamento, se não se tem fica muito difícil para ambos seguir em frente. As pessoas não costumam pensar antes de agir, principalmente os homens, e se escondem atrás da desculpa que é instintivo.


Gostaria de convidar vocês para uma reflexão sobre por que os relacionamentos terminam? O que podemos fazer no nosso dia-a-dia para que isso não aconteça?

Autor: José Agenor Sapata

11 de jun de 2013

Deficiente é o meu país


Esses dias descobri no facebook uma comunidade muito interessante, só o nome já nos leva a uma reflexão: Deficiente é o meu país.

Ela chama a atenção para diversos assuntos que são tratados como prioridades no nosso país como Copa do mundo e Olimpíadas enquanto o que deveria realmente ser dado prioridade não, é como Saúde, qualidade de vida para deficientes e idosos.

Vou citar algumas publicações que vi lá, para simples reflexão.

Li uma que dizia que foram enviados U$ 176 milhões para modernizar aeroportos em Cuba e foi anulada a dívida de U$ 900 milhões de países africanos. Concordo plenamente com o que diz no início da publicação ”Antes de querer mudar o mundo, comece arrumando o seu quarto.” Nossa presidente é uma pessoa muito boa, enquanto milhares ainda tem fome e uma estrutura precária , ela continua mandando o nosso dinheiro que está sobrando para fora.

Uma outra mostra muito a realidade do nosso país em uma opinião da Rachel Sheherazade que diz assim:  “Não se sai da pobreza sem salário, sem  trabalho, sem ganhar com o suor do próprio rosto o pão de cada dia. Assistência tem que ser provisória, se não vira dependência, se não gera parasitismo, Quem vive do bolsa família precisa subir a outro patamar, ganhar profissionalização, conquistar emprego, cuidar da própria vida. Um dia o poço pode secar. “

Concordo plenamente com ela, as pessoas querem viver descentemente, mas não procuram, não querem trabalhar, apenas mamar no governo, e esse esperto como é cria todo tipo de auxílio, bolsa presidiário, bolsa traficante, bolsa fumo, bolsa família, bolsa gás e outros mais, agora me responda para que trabalhar? Se o governo da o peixe ao invés de ensinar a pescar. Mas o que o governo ganha com isso? Votos, votos e mais votos.

Tenho ouvido falar que a aposentadoria está furada, que posso não ter direito a esse beneficio quando estiver velinho, mas é claro é gente morta que continua recebendo, é gente que nem existe que recebe e outros probleminhas mais.  Na verdade não vou ficar esperando pela aposentadoria, vou trabalhar e fazer meu pé de meia que é mais seguro e que muita gente deveria fazer, e o dinheiro que pago? A sim, esse vai para os mensalões da vida e para pagar os auxiliares dos parlamentares que ganham cerca de R$ 14.000,00 para embarcar as malas nos aeroportos.

Vivemos em um país totalmente deficiente, as empresas que tentam sobreviver honestamente, pagam seus impostos em dia, registram seus funcionários não conseguem benefícios e ajuda do governo, a carga tributária é exorbitante, enquanto vemos várias empresas ilícitas que conseguem todas as facilidades disponíveis, furam e manipulam licitações, muitas dessas dos próprios governantes, estamos cansados de ver matérias e mais matérias sobre isso.

“Professor eu desejo a você o salário de um deputado e o prestígio de um jogador de Futebol.”  -  Não é como deveria ser?

“O Brasil podia sediar a Copa do mundo de matemática né? Aí, iriam fazer umas escolas de primeiro mundo, também!” – Aí vejo uma das maiores injustiças do nosso país, enquanto milhões estão sendo gastos nos estádios de futebol, aeroportos, infra-estrutura para quem vem de fora o que está sendo gasto no que realmente precisamos? Por que não constroem escolas estaduais de primeira? Porque eles não querem pessoas instruídas de verdade, querem pessoas manipuláveis. E por que os hospitais também não são de primeiro mundo? Será que é porque querem movimentar as indústrias de remédios?  Nossas vias públicas grande parte delas tem deficiências, esse dinheiro poderia ser gasto nelas também.

“Bom se seu filho adoecer leve-o a um dos estádios, lá ele será bem cuidado.”

A página também trás diversas frases e publicações motivacionais, gostei muito, nos faz refletir, mas não devemos parar por aí temos também que tomar atitudes para que essa situação mude. Deficiente não são os que usam cadeira de rodas, ou os com problemas mentais, mais sim nosso país, sim nós cidadãos que vemos tudo isso e abaixamos nossa cabeça dizendo para nós que isso é normal, que não podemos fazer nada.

E para que não fique cansativo vou terminar o artigo com mais uma frase que peguei nessa página tão interessante: “Deficiência é aquilo que te prende por dentro e faz você desistir dos seus objetivos.”

Abaixo link da página que me inspirou a escrever esse artigo:



Espero que gostem, e se gostar curtam!

9 de jun de 2013

A paz que esse lugar me traz


Por acaso você já foi em algum lugar que te trouxesse paz?

Eu tenho um lugar assim, lá longe conhecido como sertão, onde as montanhas moldam a paisagem juntamente  com as nuvens, lugar alto bonito, ar puro, água da mina e sossego.

Lugar esse que faz brotar a inocência, a mesma de um beija flor quando vem tomar água com açúcar, essa mesma inocência que traz os cachorros sempre companheiros, amigos e sinceros, nunca no coração desses animais o rancor habitou.

Lugar esse habitat natural de muitas espécies, da maritaca, dos micos, sariemas, cobras, lagartos, sapos e bichos do mato.

Esses últimos sempre atrás das galinhas, travando uma batalha natural com os cães, eles correm astras das galinhas e pintinhos e os cachorros atrás deles.

E aquele lago maravilhoso próximo a casa, onde tentamos aplicar a arte milenar da paciência quando pescamos, mais uma lição de tantas outras aprendidas, esperar a hora certa! Ao anoitecer os sapos parecem brotar e aos poucos vamos ouvindo o barulho e sabemos que se aproximam da casa. Um bicho nojento ou mais um animalzinho que só faz seu papel no eco sistema?

O fogão a lenha sempre ali, por diversas vezes ascender o fogo foi a tarefa, para torrarmos o café, para fazer a comida dos cães, para fazer a pamonha e o curral, delícia, obra da vovó.

E a casa grande, porta daquelas que tem em filmes de bruxa, abre em duas partes a de cima e a de baixo, de madeira, telhas cobrem o casarão, sem o forro em cima, se algo disser todos irão ouvir, vitrola na sala, camas simples. No frio parece se sentir os ossos a tremer, as coisas tem vida nessa casa, sempre tiveram, as panelas, a vassoura, a mesa e o sofá, sempre tiveram e sempre vão ter.

Lugar de paz, alegrias e molecagem...

Lugar onde moravam as vaquinhas, os bezerros e os cavalos.

Lugar de difícil acesso, acho que é porque geralmente a felicidade não é fácil de se encontrar.

Lugar esse que aposto que tem um em cada coração, com características diferentes, mas que levam ao mesmo sentimento, o de paz!

Autor: José Agenor Sapata

5 de jun de 2013

Namoro X Solteiro

Dia dos namorados chegando, friozinho, vi um comentário que me fez refletir sobre um assunto interessante Namoro X Solteiro, qual dos dois é melhor?

Acredito que muitos de nós já passaram pelas duas situações e sabemos como é, Prós x Contras como tudo na vida.

Bom vamos começar pelo lado dos solteiros.

Ser solteiro é bom de mais, podemos sair, se divertir, viajar, zuar, curtir, pegar varias gatinhas (os), não tem compromisso, uma frase do meu colega Davidson resume ser solteiro no dia dos namorados:

Estar solteiro nos dias dos namorados é o mesmo que estar vivo no dia dos finados. Você não participa das comemorações, mas talvez você esteja bem melhor que os homenageados !!!

Não preciso nem comentar nada (quero que vocês comentem), essa frase gerou muita discussão e foi o que me motivou a escrever esse artigo.

Ao meu ver existem vários tipos de solteiros:

Solteiros desesperados: Particularmente fui um desses, é aquele solteiro que quer descobrir um mundo novo, muita balada, festas, viagens, amigos novos, curtição, bebedeira, beijos, sexo, todos os prazeres passageiros possíveis. Mas eis que convido vocês a uma reflexão! Por que essas pessoas procuram prazeres momentâneos? Será que lá no fundo não escondem uma decepção? Uma dor? Um ressentimento? No meu caso foi justamente isso, uma separação e quis esconder um sentimento que existia dentro de mim com esse tipo de atitude, me escondi por trás de prazeres e situações. O que eu ganhei? Histórias para contar, uma dívida no banco e alguns amigos de mentirinha.

Solteiro controlado: É aquele que sabe controlar, não gosta de sair, tão pouco beber, admira um bom livro, não está desesperado a procura de prazeres ou um grande amor, apenas deixa acontecer.

Solteiro Mix: É a mistura dos dois acima, sai, mas sabe se controlar, se diverte mais moderadamente, sabe se dá o valor.

Ser solteiro tem muitos lados bons, mas também tem os ruins, por exemplo no frio quem irá nos esquentar? E quando estivermos doentes será que teremos um amigo para nos visitar? No outro dia na hora da ressaca quem irá nos curar?

Agora falando sobre os namoros:

Sabe aquela sensação de segurança? De felicidade ao receber um bom dia! Coisas simples da vida que podem te proporcionar o verdadeiro prazer, um sorriso sincero, um abraço gostoso, poder dividir uma tristeza e ouvir uma palavra de carinho, de conforto e esperança. Poder ter uma projeção de futuro com uma pessoa e uma companhia para qualquer hora. Esses são alguns prós de se namorar.

Como também temos os contras: Não poder sair mais para as baladas sozinho, aquela cervejinha com os amigos, alias o convívio com eles diminui bastante. Ter que aprender a lidar com ciúmes, cair no risco de se tornar monótono e enjoar. Brigas, brigas e mais brigas por motivos às vezes banais, para satisfazer o ego ou mesmo por orgulho.

Bom, não posso dizer qual é o melhor, namorar ou ser solteiro, isso está dentro de cada um, é o momento que a pessoa vive, só acho que a nossa vida é muito extensa para vivermos sós, mas também penso que melhor só do que mal acompanhado.


E para você qual é o melhor? Pergunte ao seu coração.

Autor: José Agenor Sapata

2 de jun de 2013

O tempo

O tempo segue passando,
A cada segundo, a cada minuto,
Meu coração vai acelerando.

Uns batem, xingam e maltratam,
Não sabem o tão belo que é viver,
Esperamos que isso possa mudar.
E a cada dia vivermos um renascer...

Tempestades, trovões e desgraça,
Os sentimentos são como uma vidraça,
Sob o olhar do coração esperançoso,
Iremos dar a volta por cima e será vantajoso.

O tempo passa,
O céu se abre e a luzes aparecem,
Paz, alegrias e amor.
Tenha fé, a humanidade agradece.

Autor: José Agenor Sapata