15 de abr de 2015

Dois Sonhos



Essa noite estive em dois lugares,
Como posso vários mundos habitar?
Tantas formas diferentes de sentimentos,
Uma a beleza exuberante a paz no meu pensamento.

O primeiro lugar a felicidade me fez recordar,
Um local montanhoso, rico na fauna e na flora,
Colorido e que trazia o perfume que me fez amar.

Caminhei sobre essa paz,
Até um belo lugar chegar,
Um sítio, uma fazenda, não consigo recordar,
Sei que era tão lindo algo mais que te satisfaz.

Um lugar tão maravilhoso e exuberante,
Também pode trazer dor ao seu semblante,
Nessa cesta uma aranha viria a me picar
Trazendo depois desse sonho o meu despertar,

No outro a tristeza, o ódio, a dor e a morte,
E na guerra ele foi terminar,
Será que ela estar por vir?
Peço do fundo do meu coração, por favor não volte.

Já não sei mais o que é realidade ou ilusão,         
Sei que talvez seja muito para esse coração,
Fecho os olhos e vejo luz e escuridão,
Abro e vejo a realidade desse mundão.

Autor: José Agenor Sapata

Nenhum comentário:

Postar um comentário