24 de jun de 2013

O país ideal


Diante de tantos manifestos, de tanta re-vindicação me peguei pensando sobre como seria o país ideal, será que as pessoas estão preparadas para uma mudança?

Bom eu imagino um país sem violência, sem a desigualdade social, com infra-estrutura, saúde, educação de primeira entre outras coisas mais.

Mas será que as pessoas estão preparadas para viver em um país de Igualdade Social? Ou seja, todos com o mesmo poder econômico, com os mesmos carros, onde as pessoas pudessem ter uma casa. Não estou falando de um regime socialista, só que para que haja igualdade a distribuição de renda tem que ser igual, não como é hoje, poucos com muito e muitos com pouco. Se não como funcionária?

Um sistema onde as pessoas se preocupassem realmente com seus irmãos. Onde os verdadeiros profissionais fossem tratados com valor, e não os profissionais do esporte que ganham uma fortuna. A luxuria e a ganância teriam que deixar de existir, esse sentimento de ser superior porque tenho mais dinheiro deveria sumir.

Já pensou passar uma pessoa do seu lado e ela ter a mesma situação econômica? Não ter uns com blusas de pele de panda e outros com pele de cabrito. Podermos chegar em um restaurante e comermos de uma forma que nos satisfaça a um preço justo, e se pudermos comprar um carro a preço justo mas não dois, apenas um para nossa locomoção, não dez para podermos mostrar para todo o mundo! Essa é a ideia de uma sociedade igual.

E se pudéssemos colocar nosso filhos em escolas onde os professores são valorizados como devem. Eles são os verdadeiros presidentes desse país! 

E se quando precisássemos de um atendimento médico pudéssemos levar a um hospital e ser bem atendido, com estrutura, com preparo, com valorização dos profissionais dessa área.

E se pudéssemos ter transporte de qualidade a preços justos, alias se tudo tivesse preços justos, não seria bom? Preços que sustentassem nossa necessidades e não nossos exageros. Estamos preparados para tratar as pessoas como irmãos? Uns iguais aos outros? Sem preconceito, sem diferenciação de poder?

Acredito que temos que melhorar nesse ponto inicialmente, para depois construir uma sociedade modernas, acredito que temos que disciplinar nossa consciência para depois mudarmos nosso país e acredito firmemente que podemos.

E você acredita? 

 Autor José Agenor Sapata

3 comentários:

  1. Olá José.
    Acredito que as pessoas são muito adaptáveis e se um dia esse país ideal que todos buscamos acontecer de verdade o povo se adapta , formando uma nação nova.
    Adoraria ter você como parceiro do Portal Teia, se interessar teria divulgação grátis em meu Portal, não precisa fazer nada, só me autorizar a citar uma de suas postagens, meus leitores adorariam seu blog.
    Aguardo seu retorno.
    Até mais

    ResponderExcluir
  2. Olá meu querido, espero que esteja certo, acredito nisso.
    Opa uma parceria é sempre bem vindo, obrigado pelo contato.

    ResponderExcluir
  3. Olá José.
    Divulguei sua postagem no Portal Teia
    Se quiser divulgar outras postagens é só deixar o link em um comentário do Teia que eu divulgo novamente.
    Até mais

    ResponderExcluir