11 de jul de 2016

Apenas vontade de escrever!




Faz tempo que não escrevo aqui, mas hoje fui tomado por um turbilhão de ideias, minha mente se preencheu de coisas, coisas que eu gostaria de falar, escrever talvez... Aí não resisti, e aqui estou! Acho que escrever também é um estado de espírito, como estou bem comigo, estou bem para escrever.

Queria falar sobre uma cena que vi essa semana, estava no carro com meu irmão quando parei antes da faixa de pedestre para algumas pessoas passar, vi uma moça bonita e um casal de ceguinhos, ela parou ao lado deles deu a mão e os ajudou a atravessar. Me senti emocionado com a cena, ainda mais nos dias de hoje, aquilo me comoveu, me fez refleti, ainda existem pessoas boas. Muito mais que imaginamos, é que eu não estava vendo esse lado da vida.

Outro dia quando saia do mercado de carro vi um senhor de idade com várias sacolas que pareciam pesadas, eu senti a vontade de ajudar naquele momento, mas hesitei, pensei em procurar um lugar para parar o carro e ajuda-lo, ai segui virei a esquina parei o carro, desci correndo, quando o vi ele já estava de frente com o seu carro colocando as sacolas para dentro. Pensei, poderia ter deixado o carro na rua e ajudado o senhor, frustrei-me.

Estava pensando sobre o maldito do dinheiro, nossa como ele traz coisas ruins, nos faz ser ruins, viramos pessoas arrogantes, orgulhosas, deixamos de ter tempo para nossos filhos, irmãos, pais e mães, tudo por causa do dinheiro, queria não precisar dele, queria que o mundo foi companheiro, que as pessoas plantassem, colhessem e se alimentassem mutuamente, bom mas esse é um assunto ruim, uma vez uma pessoa me disse para não escrever sobre coisas ruins, talvez por isso fiquei um bom tempo sem escrever, só tinha pensamentos e atitudes ruins, mas a chama do bem sempre esteve viva em mim.

Uma outra pessoa sempre usava essa frase “O bem que faz, anula o mal que fez”, hoje colocando em uma balança não sei se fiz mais bem ou mais mal, mas sei que quero fazer o bem e ajudar.

Hoje não sinto mais a necessidade de que muitas pessoas leiam meus textos, aliás sinto necessidade que só uma leia, e se eu puder ajudar já me sentirei completo. Mesmo assim fico pensativo, minha página da hamburgueria tem mais de 2000 curtidas e cresce a cada dia, agora a do blog tem 500, e as vezes aparece que alguém visualizou, curtidas muito raras, mas isso é o que me anima. Aqui na hamburgueria fica meu livro exposto, volta e meia alguém pergunta de quem é e sobre o que é, bem raro perguntam o preço, aí eu sempre dou um para a pessoa, pessoas que se interessam pela leitura são raros, temos que valorizar.
Bom, tinha mais coisas para escrever, mas o pouco tempo faz com que por enquanto seja só, vou organizar minhas ideias e voltarei em breve.

Acredito que quando escrevo é quando meu espírito está bem, livre e inspirado. Que bom que voltei a escrever.

OBS: Agora tenho uma lugar bom para escrever, me sinto feliz, tem uma vista bonita e é calmo.

Autor: José Agenor Sapata

Nenhum comentário:

Postar um comentário