26 de nov de 2013

Felicidade momentânea, será que vale a pena?

Levanto uma questão hoje que por um bom tempo ficou a martelar na minha mente, o que seria melhor você ter um momento com uma pessoa que admira ou ama ou viver a vida inteira sem isso?

O filme Cidade dos anjos levanta essa questão, ele fala sobre um anjo que desiste da sua eternidade por um momento com uma mortal.

Muitas vezes um simples instante, um simples momento pode proporcionar lembranças eternas.

Isso que estou dizendo não tem conexão com a famosa convicção que diz para nunca trocarmos um amor verdadeiro por um instante de prazer, não se trata de traição, trata-se de não deixarmos de viver momentos especiais pelo medo de algum dia eles acabarem.

Acredito que a sensação daquele momento posso tocar o infinito, possa fazer seu coração acelerar, transpirar, sentir-se alegre, livre e feliz.

Temos que viver, viver bem, respeitando as pessoas, fazendo-as sentir-se vivas, dando momentos de felicidade e de prazer

Você o que pensa sobre o assunto?


3 comentários:

  1. Bom, Agenor. Eu penso o seguinte: com relação a isso de se trocar algo sólido por uma aventura. Acho que não vale a pena. Mas eu acredito que o importante é aproveitar o momento agora e depois e depois. Ou seja, vale a pena se for para ser feliz em todos os momentos.
    Abraço!
    http://ymaia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ia comentar sobre o livro, mas aí vi esse post e pensei: Vou comentar! rsrsrsrs
    Acho que vale viver um momento, um minuto, um segundo qualquer de algo, mesmo que vocë nunca mais o tenha outra vez.
    Só que se envolve a felicidade de outra pessoa, uma pessoa sair chateada, eu me ponho no lugar. Gostaria disso pra mim? Não vale a pena...

    ResponderExcluir