17 de out de 2013

Vamos falar de coisa boa? Não, vamos falar de política!‏



Eu amo meu país. Eu amo incondicionalmente meu país. Me emociono em dizer que eu não escolheria outro lugar no mundo para viver, que não fosse o Brasil. Mas me entristece ver o que as pessoas estão fazendo com ele.

Vivemos em uma Constituição de um Estado laico. Constituição essa que ninguém respeita, Estado esse que prega a injustiça.

Faço vocês, queridos leitores, se indagarem um pouco e refletirem sobre o que aqui for dito.

Vocês acham correto políticos analfabetos ganharem bem, enquanto universitários têm que se virar pra pagar faculdade, material didático, despesas pessoais com a mediocridade de um estágio no valor de R$ 800,00? 

Vocês acham correto um vereador (função do mesmo: O vereador é responsável pela elaboração de leis municipais), receber um salário de 15 mil (e ainda há quem reclame dos descontos), que não precisa de burocracia ou votos para que tenha aumento, enquanto o salário mínimo do Brasil é R$ 678,00 e enfrenta anualmente uma batalha para que o reajuste seja aprovado?

Você acha correto a não prestação de contas com o seu dinheiro?

Agora veja, a palavra "democracia" no Wikipedia traduz isso: É um regime de governo em que o poder de tomar importantes decisões está com os CIDADÃOS (povo), direta ou indiretamente, por meio de representantes eleitos - forma mais usual. Uma democracia pode existir num sistema presidencialista, parlamentarista, monárquico constitucional e republicano.

Achou alguma semelhança com o Brasil? Porque eu não.

Se o Brasil é uma democracia, eu desconheço a terra que piso.

Eu assisto TV, leio jornais, as notícias online, como todos vocês, e a mídia têm como dever social transmitir informação às pessoas, mas citando os protestos dos professores no Rio de Janeiro, que tipo de informação têm chegado à sua casa?

Apenas violência. Essa é uma forma de ocultar a situação emergente que nosso sistema educacional enfrenta.
Quem me conhece sabe o quanto eu zelo pela educação, e saber que isso não está sendo priorizado, me revolta fortemente. Não confunda educação de qualidade, com professor em sala de aula.

E o que falar da Saúde no Brasil?

O Programa Mais Médicos esteve em votação na última quarta-feira, e foi aprovado. Para quem está boiando, e não sabe o que é esse programa, eu explico. 

As regiões mais carentes do Brasil, estavam enfrentando problemas graves na saúde por falta de médicos. Alguns profissionais de saúde foram chamados para atuar nessas regiões, mas ninguém quer trabalhar no sertão.

Como Cuba, enfrenta um regime ditatorial, para os médicos cubanos foi uma excelente ideia vir trabalhar em um país subdesenvolvido e, teoricamente, democrático. E para o governo, foi bem mais lucrativo do que valorizar os profissionais brasileiros, aumentando seus salários, etc.

Mas o Mais médicos não deve, em hipótese alguma, ser visto como uma solução eficaz para as deficiências que o sistema de saúde enfrenta. Tem que ser visto como uma medida de emergência provisória, para as pessoas que estão há anos esperando auxílio médico. 

Porque ainda faltará leitos em hospitais. Ainda haverá filas no SUS. Mas até então, essa foi a única resposta que tivemos da excelentíssima presidente, Dilma Rousseff.

Presidente essa, que só se importa com a sua imagem lá fora, e com seu partido vai te iludindo com suas "bolsas-sei-la-o-que".

A culpa do meu país estar quase no buraco, é sua!

Você já pode ficar a vontade pra me odiar, mas peço que aguarde até o fim desse texto.

Ouvi discursos em que deputados disseram "já estamos cansados de saber que devemos investir na saúde e na educação."


NÃO ESTAMOS CANSADOS NÃO!!!

 
Visitei o site do impostômetro (www.impostrometro.com.br) e de 01/01/2013 até 10/10/2013, já são mais de 1 TRILHÃO de reais em impostos.


E eu te pergunto, se já estamos cansados de saber que precisamos investir na saúde e educação, por que nossos representantes insistem em não investir em sistemas emergenciais? 


Pra ser mais clara: QUE MERDA VOCÊS TÊM FEITO COM O MEU DINHEIRO?


Mesmo com tudo isso que vocês acabaram de ler, em 2014 vocês entregarão de bandeja seu lindo votinho para à excelentíssima Senhora-preocupada-só-com-a-imagem Dilma Rousseff.


E isso me enfraquece.

Saber que pela falha e ignorância de alguns, terei que ir às ruas batalhar pelo o que a "Constituição" diz ser meu de direito, mas que não vejo sendo aplicado no meu dia-a-dia.
É difícil manter a fé, vendo uma minoria lutar por 198 milhões.


É difícil demais. Mas como eu sempre digo: Se meu esforço conscientizar uma única mente, que seja, é um ponto de esperança para minha pátria amada, idolatrada.


Autora: Taynara Carmo


6 comentários:

  1. O Brasil é um país tão rico e ao mesmo tempo tão pobre. Também fico muito triste com a situação, se houvesse uma distribuição melhor na renda, e principalmente, se soubessem investir melhor o dinheiro dos nossos impostos....
    A única coisa que falta por país ser uma das principais potências é ter políticos que pensem primeiro no país e no povo, e por último em seus bolsos.

    http://suhdd.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Suuh, eu concordo com voce. O que falta para melhorar nosso país são políticos com dignidade e integridade para administrar o dinheiro da população, contentando-se com seus salários, e não enchendo seus bolsos com nossos impostos. Eu não acho que votar nulo seja a opção principal, mas entendo quem o faz. Afinal de contas, em um país de política avacalhada, é muito difícil confiar na palavra de um candidato,
      Bjs

      Excluir
  2. Nossa nem fale, quando tem estagio neh eu como estudante de geografia custo conseguir um estagio, e olha nas proximas eleicoes vamos ser a plateia perante a um show de subcelebridades que querem ser eleitos so para ter uma grana facil e o pior tem gente q vota '--



    Pagina do blog no facebook,curte?
    http://umagarotacitouu.blogspot.com.br
    Beeijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jessiiiih, muitos dos meus amigos estão enfrentando o mesmo problema para conseguir um estágio. É sempre muito difícil, e não deveria ser, já que a intenção é descobrir novos profissionais.
      E eu vi a relação de subcelebridades que irão se candidatar em 2014, e prevejo muita revolta da parte pensante dos eleitores.

      Bjs

      Excluir
  3. A democracia é uma coisa de doido. Porque não é um governo governado pelo povo. É um governo governado pela maioria do povo. Então se a maioria escolhe Dilma, FHC ou até mesmo Tiririca a minoria tem que aceitar e lutar pelos seus direitos de outra forma.
    Acredito que o problema está no legislativo, que cria leis que beneficiam uma minoria da elite. Mas não vejo os deputados e vereadores serem trocados. ;)

    Beijos

    www.reticenciando.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E quando são trocados, são por piores. O problema no Legislativo realmente é forte, já que as soluções partem dali, mas não podemos esquecer que outros dois poderes tbm dão sua aprovação para as soluções propostas. Ou seja, temos falhas nos 3 poderes. Que deveriam ser reciclados, cassar um por um, e eliminar quem não tiver ficha limpa. Essa seria a primeira parte. Mas pra chegarmos a um democracia, ainda falta muuuito.
      Adorei o seu comentário Juliana, bjs

      Excluir